Autoeuropa reduz produção no primeiro trimestre de 2009

Noticias
01/11/2020-OJE

Devido a crise econômica mundial, algumas empresas incluindo o grupo empresarial Autoeuropa, terá que reduzir a sua produção de automóveis logo nos 3 primeiros meses do ano de 2009, alegando uma nova adaptação mundial dada pela crise econômica. O diretor geral da Fabrica Sr. Andreas Hinrichs, afirma que teve uma queda drástica na procura por veículos, e que por conta disso terá que redução nada produtiva para evitar possíveis prejuízos.

Grupo Volkswagen

Os modelos Eos e Scirocco que também fazem parte do Grupo Volkswagen, onde terão sua fabricação estagnada pelo período de 16 dias e na sequencia os modelos monovolume Sharan e Alhambra por no mínimo 17 dias, e neste período criar novas linhas de substituições para mimetizar danos financeiros.

"Assim como qualquer pessoa, que terá que reduzir seus custo e realizar novas adaptações por conta da atual crise, as empresas em geral também terá sua produção reduzida, até que o cenário se normalize e possamos retomar as atividades tal como era antes" Segundo Andreas Hinrichs ao ser entrevistado por jornalistas.

"Certamente a Volkswagwn terá um prejuízo de fabricação, mas ainda não é possível mencionar quantitativos neste ano de 2009”, afirmou o Sr. Andreas Hinrichs diretor geral da Fábrica Autoeuropa e também responsável pela maior produção de monovolumes Sharan e o modelo Alhambra.

Em 2008 a Volkswagen produziu cerca de 94.100 automóveis, tendo uma produção media de 93.609 carros fabricados em 2007, entregando abaixo da meta que era estimado em 100 mil veículos para ser produzido naquele ano.

Para mimetizar os danos, a fabrica mentem o investimento de um pouco mais de 500 milhões em euros entre os anos de 2008-2010, com a intensão que cerca de 80% do volume investido tenha retorno até o final de 2009. Em uma coletiva de impressa o diretor geral afirma que o investimento terá impactos positivos na Autoeuropa.

Em questionamento o responsável afirma que certamente após a crise econômica, a produção de automóveis será ainda maior e as vendas irão aumentar nos anos seguintes.

O diretor geral da Autoeuropa Sr. Andreas tem certeza que o investimento aplicado sobre a fabrica, fará com que a Volkswagenatraia mais compradores com os novos lançamentos que surgirão com a retomada da produção de novos modelos.

Tendo em vista que será necessário uma parada na produção dos monovolumes Sharan e Alhambra no segundo trimestre de 2009, A fabrica afirma que essa parada será importante para implantar novas técnicas de produção que darão maior lucratividade ao grupo empresarial, mas essa nova fase ainda está sendo avaliada pelos acionistas da Autoeuropa.

Sem confirmar novas mudanças, o responsável acredita não ser o momento ideal para estimar ganhos e nem perdas sem antes fazer uma analise precisa do dados econômicos.

Sem quaisquer informações sobre suas estimativas de produção para novos modelos que irão substituir os monovolumes Sharan e Alhambra, o responsável afirma que não faltara opções para substituição tendo em vista algumas ideias já prontas, já que a Fabricante dos monovolumes tiveram uma venda de aumentada no ano de 2008 com os modelos de Eos, Scirocco e os Sharan e Allhambra.

Após a marca Porche se tornar o principal acionista da Volkswagen, a Autoeuropa terá impactos positivos tendo em vista que sua maior operação, é realizada em Portugal trazendo benefícios tecnológicos tendo seu maior consumidor como a Alemanha, consumindo atualmente quase 30% da sua frota de produção anual.

O grupo mostra-se muito empolgante com a parceria, já que a empresa Porsche tem muito a oferecer com sua tecnologia avançada, e juntamente com a ajuda da Autoeuropa a nova parceira terá um maior desenvolvimento da sua marca, com capacidade de se reinventar financeiramente da Volkswagen.

Tags: Volkswagen - produçao - Autoeuropa